Escrito por Maria Christina Lousada Machado e Tânia Maria José Aiello-Vaisberg, o texto compõe um capítulo do volume “O Brincar”, dos Cadernos Ser e Fazer. As autoras entendem, à luz da psicanálise winnicottiana, que a sexualidade, como qualquer outra área…