Psicologia: Teoria e Prática – 2010, 12(1):85-96

- Mariana Leme da Silva Pontes, Tomíris Forner Barcelos, Miriam Tachibana e Tânia Maria José Aiello Vaisberg

 

RESUMO

Os objetivos do presente estudo foram compreender como os adolescentes contemporâneos veem a si mesmos e a sociedade atual. Para tanto, contatamos estudantes do último ano do ensino fundamental e dos três anos do ensino médio. Solicitaram‑se a um grupo de treze adolescentes que fizessem, individualmente, desenhos‑estórias sobre o tema “Um jovem dos dias de hoje”. Consideraram‑se, neste trabalho, treze desenhos‑estórias em que havia menção explícita à gravidez precoce. Fazendo uso do método psicanalítico, captou‑se um campo de sentido afetivo‑emocional denominado “crime e castigo”, relativo à crença de que a gestação corresponderia a uma punição da moça por ter tido relação sexual. Ora essa moça poderia morrer, em sentido literal ou figurado, vendo seus ideais se tornarem irrealizáveis, ora poderia ser abandonada por seus pais ou pelo parceiro que “espertamente” deixaria de arcar com as consequências. Reflete‑se sobre até que ponto pais, educadores e a sociedade estariam lidando com a sexualidade adolescente pela via da submissão das meninas pelo terror, não favorecendo seu gesto espontâneo.

Texto completo:

ver em pdf