Trabalho apresentado no VI Congresso de Ciência do Desporto – V Congresso Internacional de Ciência do Desporto

OS HERÓIS DA BOLA

Objetivo: O presente trabalho apresenta resultados parciais de pesquisa que tem como objetivo investigar psicanaliticamente o imaginário coletivo de adolescentes, em vulnerabilidade social, sobre o esporte.

Justificativa: Sustenta-se no contexto da possível inclusão do esporte como atividade mediadora no atendimento psicológico de adolescentes. Metodologia: Organizou-se sob forma do uso do PDE-Tema em entrevista coletiva com dezoito participantes, registrada sob forma de narrativa transferencial, que abrange interações, ocorrências e impressões clínicas da pesquisadora.

Resultados: A consideração dos desenhos, das histórias e da narrativa
permitiu a produção interpretativa de quatro campos de sentido afetivo-emocional: “Esporte é Sucesso”, “Esporte é Coragem”, “Esporte é Saúde” e “Esporte é Perigo”. Vale notar que expressiva parcela da produção, ou seja, 44% dos desenhos-estórias, emergiu a partir do campo “Esporte é Sucesso”, que agora focalizamos.

Discussão: Quando consideramos os desenhos-estórias nos quais o esporte é associado a figuras internacionais, como os jogadores Neymar, Cristiano Ronaldo e Pirlo, notamos uma marcada preocupação com uma noção de sucesso na vida adulta, na qual se articulam altos ganhos financeiros com reconhecimento pelo valor pessoal. A realidade precária
em que vivem contrasta de modo bastante impactante com aquilo que surge em suas idealizações.

Conclusão: As angustias subjacentes a um imaginário povoado por
“heróis da bola” indica que um trabalho prévio deve ser considerado antes de usar o esporte como mediação brincante.
Palavras-chaves: Adolescentes, esporte, pesquisa com método psicanalítico, imaginário coletivo, D. W. Winnicott.

Os heróis da bola