Da autoria de Fabiana Follador e Ambrosio, Rafael Aiello-Fernandes e Tânia Aiello Vaisberg, o texto foi publicado nos Anais da XI Jornada APOIAR: “Adolescência: Identidade e Sofrimento na Clínica Social”.

 

RESUMO

O presente artigo tem como objetivo propor definições conceituais que possam favorecer a realização de investigações empíricas, com método psicanalítico, sobre sofrimentos sociais. Insere-se oportunamente no contexto de uma considerável produção de pesquisas, que autorizam um aprofundamento deste tipo de reflexão. Defendendo um posicionamento teórico-metodológico, baseado nas formulações de Georges Politzer e José Bleger, focaliza e discute duas noções fundamentais, experiência e campo de sentido afetivo-emocional, a partir das quais a psicologia concreta pode trazer sua contribuição específica para o campo das ciências sociais.

Texto completo:

ver em pdf