Tese, Diana Pancini de Sá Antunes Ribeiro, 2008

 

RESUMO

Este trabalho investiga o potencial clínico e formativo do uso transicional do Procedimento de Desenhos-Estórias com Tema em primeiras entrevistas realizadas por alunos de graduação e em reuniões de supervisão grupal, concebida como atividade que articula transmissão de conhecimento e holding. Insere-se, portanto, em um particular momento da formação do psicólogo, que se realiza por meio do atendimento clínico a crianças, no contexto do psicodiagnóstico. Pensada a partir do abandono de uma visão positivista e da adoção de um paradigma epistemológico, que privilegia a intersubjetividade, a pesquisa se estrutura segundo arquitetura complexa, na medida em que entende o atendimento clínico e a supervisão como práticas indissociáveis. Foram psicanaliticamente examinadas, em próxima interlocução com o pensamento winnicottiano, dezesseis narrativas do uso do Procedimento, elaboradas num período de dois meses letivos, ao longo dos quais dezesseis alunos realizaram vinte e quatro psicodiagnósticos completos. Duas narrativas são detalhadamente apresentadas na tese. O conjunto das análises permite afirmar que o uso transicional do Procedimento de Desenhos-Estórias com Tema revela-se heuristicamente valioso por favorecer comunicações emocionais significativas, entre todos os envolvidos, nos contextos do atendimento e da supervisão.

Texto completo:

ver em pdf